Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Para contrariar Bolsonaro, Maia só assinará pacto entre os três Poderes, se a maioria do Centrão permitir, e isso eles não querem



O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou na manhã desta terça-feira, 28, que só assinará o pacto entre os três Poderes proposto pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, após apresentar o texto aos líderes da Casa e ter o aval da maioria deles.



O documento foi anunciado pelo ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) após a reunião no Palácio da Alvorada entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL), Toffoli, Maia e Davi Alcolumbre, representante do Senado. Lorenzoni disse que os presidentes dos três Poderes assinarão um pacto com um conjunto de metas e ações possivelmente na semana do dia 10 de junho.

Sem dar detalhes sobre o documento, o ministro destacou que o Brasil vive uma crise de empregabilidade e de dificuldades econômicas, e que da reunião realizada pela manhã se consolida a ideia de formalizar um pacto “a favor da retomada do crescimento”.



A reunião aconteceu dois dias após manifestações de apoio ao presidente e que tiveram entre seus alvos o Congresso e o STF. Alertado de que as mobilizações causaram um mal-estar ainda maior nas relações com o Legislativo e o Judiciário, Bolsonaro decidiu se aproximar dos representantes dos demais Poderes. 

Maia negou que esse pacto seja um desdobramento das manifestações. “O presidente Toffoli propôs o pacto entre os Poderes há dois meses. Não foi após as manifestações”, afirmou. 


-Opinião; Rodrigo Maia, sabe que se assinar o pacto entre os três poderes, o mais beneficiado será, o presidente da República, Jair Bolsonaro que representa sociedade brasileira. (informações, Veja)




Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré