Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Sub-17: Avaí-RO e Vilhenense farão a grande final em dois jogos

Neste domingo(28), foi realizado a penúltima rodada da segunda fase do campeonato rondoniense sub-17. No Aluizão em Porto Velho, o Avaí-RO ganhou do PVH EC por 5 a 0 e chegou aos 10 pontos, classificando-se em 1º lugar. PVH e R-1 ainda vão jogar dia 4/08, para cumprir tabela.

Já no Portal da Amazônia o Vilhenense que já estava classificado para a final, não se importou com essa condição e fez 2 a 1 no Ji-Paraná, chegando aos 100% de índice de aproveitamento - quatro jogos, quatro vitórias e 12 pontos no ativo.

Aliás, em termos de produtividade esses dois finalistas merecem total atenção. Senão vejamos

- Dos 30 pontos possíveis o Avaí conquistou 28, com índice de 93,3%;
- Já o Vilhenense fez 20 pontos com índice de 66,6% (*);
- A decisão será em Porto Velho em função dos 28 pontos conquistados pelo Avaí-RO.

(*) O Vilhenense chegou a perder 4 pontos na 1ª fase via TJD (foi incurso no Art. 214 do CBJD);
(**) Ainda com relação ao Vilhenense - o clube será julgado nesta terça-feira(30), incurso no mesmo Art. 214 não cita qual(ais) parágrafos, em jogo no dia 21/07 contra o Real Ariquemes.

O que diz o Art. 214 do CBJD
. Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar da partida, prova ou equivalente.

PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100 a R$ 100.000.

Aqui vou eu: o jogo foi contra quem? Contra o Real, o Vilhenense ganhou e faturou 3 pontos, então nesse caso deverá perder 03+03 pontos, ou seja, 06 pontos. Mesmo assim com os 12 que conquistou ainda fica em 1º lugar no grupo E, já que Jipa x Real ambos com UM ponto, só podem chegar aos 4 pontos.

A não ser..., e ai é melhor prevenir, contrate um Advogado para fazer sua defesa, afinal a equipe é reincidente neste Art. 214.

Conselho e caldo de galinha não faz mal a ninguém. 


Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré