Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Quem quer vai, quem não quer arranja uma desculpa

Passavam das quatro da tarde, o sol generoso de Jaci-Paraná nem pensava em se esconder, fez foi brilhar mais. Afinal de contas estava recebendo no recém-inaugurado estádio Erisvaldo Souza o Nenenzão, uma comitiva de desportistas da capital afim de avaliar o que falta para se jogar uma partida oficial de futebol.

Entre essas personalidades o Blog conseguiu enumerar: Levir e Almir (FFER), Álisson e Fabrício (RSC e PVH), Thiago e Robério (EMDUR e Gab. do Prefeito), Bengala (Vereador), Macedo (Adm/Estádio), Jackson e Divino Caetano (Imprensa) e, outros.

A repercussão foi muito positiva. Anotou-se as seguintes benfeitorias a serem feitas de imediato:

- Levantar o alambrado;
- Criar uma barreira entre o acesso ao vestiário e arquibancadas;
- Vestiário para arbitragem;
- Criar cabines para rádios e TVs; e 
- A FFER suspender pelo menos neste 2020 a cobrança dos 5% em cima dos borderôs.

Resumindo: é viável? Sim, agora esperar o Jurídico da FFER e, logicamente o SIM.





Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré