Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Calendário de 2020 terá seis feriados nacionais prolongados

O ano de 2020 contará com nove feriados nacionais, além de feriados municipais, estaduais e datas que são consideradas pontos facultativos no serviço público e que são feriados em diversos locais, como Carnaval e Corpus Christi.
Dos nove feriados nacionais, seis cairão em sextas ou segundas-feiras e, portanto, deverão ser emendados com os finais de semana, resultando nos chamados feriados prolongados.
Os feriados nacionais são:
1º de janeiro: Ano Novo (quarta-feira)
10 de abril: Paixão de Cristo (sexta)
21 de abril: Tiradentes (terça)
1º de maio: Dia do Trabalho (sexta)
7 de setembro: Independência do Brasil (segunda)
12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida (segunda)
2 de novembro: Finados (segunda)
15 de novembro: Proclamação da República (domingo)
25 de dezembro: Natal (sexta)
O Carnaval (25 de fevereiro) e o Corpus Christi (11 de junho) são datas tidas como pontos facultativos para o funcionalismo público. No entanto, seus dias são feriados municipais e estaduais em diversos locais do Brasil, nos quais os trabalhadores terão, portanto, mais alguns dias de descanso para além dos feriados nacionais.
Em nota, a FecomercioSP (federação do comércio) estima que o varejo nacional deve deixar de faturar R$ 11,8 bilhões em 2020 por causa de feriados.
Segundo a entidade, trata-se de uma perda 53% maior do que os R$ 7,6 bilhões estimados em 2019. A redução será maior devido aos feriados em dias de semana e às emendas de feriado. Em 2019, segundo conta da FecomercioSP, que incluiu Carnaval e Corpus Christi, houve sete dias de feriados nacionais; em 2020, serão 11 em dias de semana.
O setor classificado no estudo da FecomercioSP como “outras atividades” -no qual predomina o comércio de combustíveis, joias, relógios e artigos de papelaria- é o que deve contabilizar a maior perda, em torno de R$ 4,48 bilhões, alta de 47% em relação a 2019.
Já as atividades de supermercados e farmácias devem perder R$ 3,2 bilhões e R$ 1,87 bilhão, respectivamente, aumentos de 58% e 59% na comparação ao ano passado.
Em contrapartida, representantes das empresas ligadas ao setor turístico comemoram a configuração do calendário de 2020.
“Ao longo deste ano [2019], tivemos uma diminuição desses feriados, o que impactou o percentual de viagens realizadas no país, visto que não houve a possibilidade de aproveitamento das datas prolongadas. Agora, estamos entrando em 2020 com a possibilidade de crescimento voltado ao setor”, escreve Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação.
“Além dos períodos tradicionais de alta temporada, os feriados exercem um grande impacto para o mercado de turismo por injetar dinheiro na economia brasileira, além de contribuir para a geração de empregos”, completa.

Fonte: Noticia ao Minuto






Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré