Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Campeonato Brasileiro 2020: Penalty será a fornecedora de bolas das séries B e C

(Foto: Divulgação)


Desde 2015 longe dos gramados do Campeonato Brasileiro, a Penalty, maior fabricante nacional de produtos esportivos, retoma a parceria e será a nova fornecedora de bolas das séries B e C do Brasileirão.

O novo contrato faz parte da estratégia da marca em fortalecer a liderança no mercado de bolas. Com a presença nas séries B e C, a Penalty prevê expandir a distribuição de produtos esportivos e acelerar os negócios. “Nosso plano é crescer acima de dois dígitos, potencializar nossa presença em todo território nacional e incrementar o volume de ativações em cooperação com os clientes”, afirma Paulo Gaspar, gerente executivo de vendas e marketing da Penalty.

O anúncio do patrocínio é feito em um momento no qual a marca optou por descontinuar, após estudos de viabilidade e retorno dos investimentos, o acordo junto à algumas federações estaduais para maximizar esforços de combate à concorrência. O plano de ação também inclui projeto de atendimento a mais de 5 mil clientes, estreitando relacionamento com o varejo local e as grandes redes do setor.

Além de maximizar a presença regional, o novo contrato visa intensificar de diálogo com fãs do futebol e estender o calendário de ações cooperadas com clientes. “O ano de 2020 é quando a Penalty completa 50 anos e as séries B e C vão fortalecer a máxima de que bola é Penalty”, destaca o executivo.

As bolas serão diferentes em cada campeonato e foram escolhidas de acordo com as peculiaridades de cada torneio, como performance e estrutura dos campos.

Série B terá bola ecológica certificada pela FIFA

Para a série B, a estrela será a S11 Ecoknit. Certificada pela FIFA, é a primeira bola de futebol profissional do mundo com apelo sustentável. Endossando seu compromisso com o meio ambiente, a Penalty recicla 4½ garrafas para cada unidade produzida. Com 14 gomos, a S11 Ecoknit é precisa e veloz. A bola é composta por uma câmara 6D que proporciona equilíbrio e camada de NEOTEC que a torna menos contundente sem perder elasticidade. Com tecnologia Termotec, de termo fusão, garante 0% absorção de água e mantém as propriedades de peso e velocidade da bola mesmo em condições de chuva forte.

Série C terá bola clássica

Na série C, quem vai rolar é a Brasil 70 Pró. Com 32 gomos e design clássico, a bola apresenta construção Duotec, costurada e colada, e laminado em microfibra, que garante conforto e controle. Assim como a bola da série B, possui câmara 6D e miolo cápsula SIS.

Para o consumidor

O preço sugerido da S11 Ecoknit, bola oficial Brasileirão da série B e de mais sete estaduais, é R$ 499,00. Com o objetivo de atender a todos perfis de público a bola terá modelos réplicas em diversas faixas de preço e a família S11 será composta por: S11 R1 com preço de venda sugerido de R$ 199,00, a S11 R2 versão costurada à máquina a partir de R$ 79,90 e a minibola de R$ 39,90.

Já a Brasil 70 Pró, oficial do Brasileiro série C, chega ao ponto de venda no valor de R$ 199,99 e também terá réplicas. Os modelos têm distribuição nacional e podem ser adquiridos também no e-commerce da Penalty: www.penalty.com.br.

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré