Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Crackers invadem site do vinculado ao governo dos EUA e deixam mensagem pró-Irã

Crackers invadem site do vinculado ao governo dos EUA e deixam mensagem pró-Irã
Crackers invadem site do vinculado ao governo dos EUA e deixam mensagem pró-Irã
O site do FDLP (Depositório Federal do Programa de Bibliotecas), vinculado ao governo americano, foi invadido no sábado (4) com uma imagem do presidente Donald Trump levando um soco e uma mensagem de apoio ao general iraniano Qassim Suleimani, morto em um bombardeio no dia anterior. O Departamento de Segurança Interna dos EUA avisa que ciberataques mais graves poderão vir do Irã.

"O martírio de Shahid Soleymani foi sua recompensa por anos de esforços implacáveis", dizia o site. ("Shahid" é um termo que denota alguém reconhecido como mártir pelo Islã.) A mensagem também prometia uma "vingança severa" para os "criminosos" responsáveis pelo ataque em Bagdá, e dizia que "esta é apenas pequena parte da capacidade cibernética do Irã! Estamos sempre prontos".

O site do FDLP saiu do ar por cerca de 24 horas "para permitir uma análise de segurança", segundo um porta-voz do governo dos EUA disse ao Washington Post. A página já voltou ao ar, pois "foi determinado pela equipe de segurança de TI que nenhum dos dados foi comprometido".

Junto à mensagem e à imagem de Trump, havia o texto "Invadido pelos hackers do Iran Cyber Security Group". Segundo a CISA (Agência de Segurança Cibernética e Infraestrutura), uma divisão do Departamento de Segurança Interna dos EUA, "não há confirmação de que isso foi realizado por hackers patrocinados pelo Estado iraniano".


Fonte: CSBI

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré